PLR de até R$ 6.270 estão isentas de IR

Os bancários e bancárias que receberem em 2014 PLR de até R$ 6.270,00 têm isenção total do Imposto de Renda (IR) sobre o valor recebido. Valores maiores terão desconto, conforme tabela específica, que foi reajustada em 4,5% em re¬lação ao ano passado. A tabela de incidência do IR na PLR tem como referência os valores […]

Os bancários e bancárias que receberem em 2014 PLR de até R$ 6.270,00 têm isenção total do Imposto de Renda (IR) sobre o valor recebido. Valores maiores terão desconto, conforme tabela específica, que foi reajustada em 4,5% em re¬lação ao ano passado.

A tabela de incidência do IR na PLR tem como referência os valores recebidos dentro do ano fiscal. Isso significa que, para calcular o valor total da PLR a ser tributa¬do, deve-se somar todas as parcelas de PLR e programas próprios recebidas em 2014, inclusive a parcela paga no início do ano, referente ao acordo de 2013.

Se a soma for de até R$ 6.270, o empregado está isento do IR. Se a soma for maior, a tributação será de acordo com as seguintes faixas:

R$ 6.270,01 a R$ 9.405 – alíquota de 7,5%
R$ 9.405,01 a R$ 12.540 – alíquota de 15%
R$ 12.540,01 a 15.675 – alíquota de 22,5%
A partir de 15.675,01 – alíquota de 27,5%

Cálculo

Para saber se é isento ou em que faixa de tributação está incluso, o bancário deve somar todos os valores de PLR que receber em 2014, ou seja, a parcela paga em março referente à PLR 2013 e a antecipação a ser creditada até 10 dias após a assi¬natura do Acordo deste ano, além do proveniente dos programas próprios.

Se o resultado for inferior ou igual a R$ 6.270,00, ele está isento. Um bancário que receber R$ 6.500 de PLR, por exemplo, terá descontado R$ 17,25 de IR. No ano passado, antes da correção de 4,5%, ele pagaria R$ 37,5, e sem a tabela exclusiva, R$ 304,94.

 PLR quadro

 

 

 

Imprima
Imprimir