Poesias e músicas agitam noite do Na Boca do Caixa

Com repertório variado, que incluiu pop rock, samba, MPB e sertanejo, o bancário Nildson Cabral, do Banco do Brasil foi um dos artistas da noite em mais uma edição do Na Boca do Caixa, na noite desta quarta-feira, 10. Além de muita música, o público também ouviu poesias. O bancário aposentado da Caixa, Stênio Luz […]

Com repertório variado, que incluiu pop rock, samba, MPB e sertanejo, o bancário Nildson Cabral, do Banco do Brasil foi um dos artistas da noite em mais uma edição do Na Boca do Caixa, na noite desta quarta-feira, 10. Além de muita música, o público também ouviu poesias. O bancário aposentado da Caixa, Stênio Luz declamou textos de sua própria autoria. 

Aposentado da Caixa há mais de dez anos, Stênio Luz conta que começou a escrever poesias e crônicas assim que se aposentou. “Estou escrevendo um livro que será chamado Mulheres Pérolas. Já as crônicas têm muito sobre minha vida e muitas histórias do banco também”, disse Luz que foi bancário da Caixa por 25 anos.

Já Cabral se apresentou em parceria com os músicos Manel Canhoto e Geovani Ferreira. Bancário do BB há cinco anos, Cabral conta que entrou no mundo da música por hobby há cerca de dez anos. Para ele, foi uma alegria ter um espaço para mostrar seu talento.

“Fiquei ansioso o dia inteiro para essa apresentação. O mais interessante foi o apoio que recebi ao longo da semana dos meus colegas de trabalho, que motivavam a todo momento. A emoção foi completa. Faltava esse projeto para valorizar os músicos e artistas da categoria”, destacou.

SC  2686

Bancários da Caixa se reuniram para curtir mais uma edição do Na Boca do Caixa. (Foto: Sérgio Cardoso)

Quem curtiu as apresentações, aprovou a proposta do projeto, como declarou o bancário da Caixa, Humberto Coelho. “É a primeira vez que venho e gostei muito. É importante ter momentos como esse , para reunir os colegas. Além disso é uma oportunidade para utilizarmos esse espaço do Centro Sindical, que é nosso”, disse. 

Junto com Coelho, também estava o bancário Paulo César Quintanilha. “Vim pela primeira vez e gostei muito. Pretendo voltar com certeza nas outras edições”, contou. A proposta do Na Boca do Caixa é proporcionar um momento de lazer, integração entre os bancários e valorizar os artistas da categoria.

Confira aqui as fotos de mais uma edição do Na Boca do Caixa

Imprima
Imprimir