Sem ar condicionado, clientes e bancários sofrem no BB de São Mateus

Além do calor, os bancários e clientes convivem com outros problemas estruturais. Forro desabando no banheiro, cadeiras com estofamento rasgado, mobiliários danificados, entre outros problemas.

Os bancários e clientes da agência do Banco do Brasil em São Mateus estão sofrendo com o calor intenso na unidade, pois os aparelhos de ar condicionado do autoatendimento e do andar onde ficam os caixas não estão funcionando. Diante dessa situação, o Sindicato esteve na agência na terça-feira, 7, e reuniu os bancários, que decidiram deixar o autoatendimento até que a situação se normalize.

Há quatro meses o ar do autoatendimento está defeituoso. Estão sendo feitos sempre reparos paliativos que não põem fim ao problema. E nessa semana, o aparelho do segundo andar queimou, agravando a situação. Uma bancária e um vigilante já foram para o pronto-socorro devido ao calor intenso. A alternativa encontrada são ventiladores comprados pelos próprios funcionários para aliviar as altas temperaturas.

“A agência tem um fluxo intenso de clientes, pois é a única do Banco do Brasil na cidade. E como a unidade fica numa esquina, a área do autoatendimento, que não tem ventilação, pega sol o dia inteiro. A situação está insuportável”, afirma a diretora de Saúde e Condições de Trabalho do Sindicato, Lizandre Souza Borges, que esteve na agência na terça-feira, 7.

Além do calor, os bancários e clientes convivem com outros problemas estruturais. Forro desabando no banheiro, cadeiras com estofamento rasgado, carpete que era azul e ficou cinza devido à sujeira e tempo de uso, mobiliários danificados, entre outros problemas.

“É um total descaso do Banco do Brasil com os funcionários e clientes. A direção do banco ignora que tudo isso causa problemas à saúde dos bancários. O BB foi notificado pelo Sindicato, mas passou o prazo de 45 dias e nada foi feito em relação ao ar condicionado. Vamos partir para uma ação de paralisação das atividades”, avisa a diretora do Sindicato e bancária do BB Evelyn Flores.

Imprima
Imprimir