Seminário em Defesa do Direito à Aposentadoria para Todos acontece hoje em Brasília

Evento discute e alerta a sociedade para os impactos da proposta de reforma da Previdência enviada pelo governo federal ao Congresso Nacional

Rita Lima, diretora do Sindibancários/ES, em mesa de abertura do Seminário.

Está acontecendo hoje (27), em Brasília (DF), o Seminário em Defesa do Direito à Aposentadoria para Todos, promovido pela Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) e pela Associação Nacional dos Participantes de Fundo de Pensão (Anapar). Centrais sindicais e outras entidades representativas também participam do evento, dentre elas o Sindibancários/ES.

“O Seminário tem como objetivo analisar as bases e medidas da PEC 267 – que trata da reforma da Previdência – e seus efeitos na vida dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil. Todas as exposições nos fornecem elementos e nos armam para organizar os bancários e bancárias e derrotar esta reforma. Não há outra saída, só a luta nos garante”, explica Rita Lima, diretora do Sindicato que fez uma saudação chamando todos para a greve geral.

O evento defende a previdência como importante mecanismo de proteção social e questiona os argumentos do governo Temer para desmontar o direito à aposentadoria, como diz Antonio Bráulio de Carvalho, presidente da Anapar. “O argumento de déficit da Previdência Social não se sustenta. O modelo de seguridade social adotado no país, consagrado pela Constituição de 1988, está baseado em três pilares: contribuição dos empregadores e contribuição dos trabalhadores e contribuição do Estado. A proposta do governo Temer só vem consolidar a inadimplência da União, que desvia os recursos devidos ao setor para pagamento dos juros aos bancos”.

Também estão sendo discutidas as ameaças aos participantes de fundos de pensão, dentre elas o PLP 268/2016, que acaba com a representação dos trabalhadores nas entidades. Deverá ser aprovado, no final do seminário, um documento com a posição das entidades participantes sobre os temas debatidos.

Com informações da Fenae

Imprima
Imprimir