Sindibancários/ES se opõe a aumento de coparticipação

Pacote de medidas que penalizam associados será votado nesta segunda-feira, 24

Na última quarta-feira, 19, o Sindibancários/ES solicitou ao Conselho deliberativo da Cassi, por meio de ofício, a rejeição da proposta de aumento da coparticipação dos associados em exames e consultas. O Sindicato também enviou ofício à Federação dos Bancários do Espírito Santo e Rio de Janeiro (Feeb/RJ-ES) e à Contraf cobrando posicionamento das entidades em defesa dos trabalhadores.

No pacote de medidas aprovado na última reunião da diretoria da Cassi, realizada em 04 de junho, está previsto o aumento do percentual pago pelos empregados, que, se aprovado, passará de 20% para 30% no caso dos exames, e de 40% para 50% nas consultas. As propostas devem ser submetidas à votação do Conselho Deliberativo nesta segunda-feira, 24.

Outra alteração proposta é no critério de cobrança da coparticipação: caso o percentual pago pelo empregado sobre o procedimento médico exceda o teto de 1/24 avos do salário, a diferença não seria mais custeada pelo plano, mas descontada do próprio empregado nos meses subsequentes. A mudança, no entanto, fere o acordo da reforma estatutária realizada em 2007 e configura rompimento do processo negocial, uma vez que deixa apenas a cargo dos associados a responsabilidade da cobertura do déficit.

Saiba mais:

DIRETORIA DA CASSI QUER APROVAR NOVO AUMENTO PARA A COPARTICIPAÇÃO

 

Imprima
Imprimir