Sindicato cobra compromisso com o Banestes público estadual

Em nome do Comitê em Defesa do Banestes Público e Estadual, o Sindicato dos Bancários/ES apresentou aos candidatos que disputam o Governo do Estado nas eleições 2014 o termo em que se comprometem com a manutenção do Banestes como banco público. Quatro, dos cinco candidatos que disputam o cargo assinaram o documento: Camila Valadão (PSOL), […]

Em nome do Comitê em Defesa do Banestes Público e Estadual, o Sindicato dos Bancários/ES apresentou aos candidatos que disputam o Governo do Estado nas eleições 2014 o termo em que se comprometem com a manutenção do Banestes como banco público.

Quatro, dos cinco candidatos que disputam o cargo assinaram o documento: Camila Valadão (PSOL), Mauro Ribeiro (PCB), Roberto Carlos (PT) e Renato Casagrande (PSB). Paulo Hartung não subscreveu o documento, mas, em debate realizado com os candidatos na TV Tribuna, no dia 12 de setembro, se comprometeu publicamente dizendo que já havia firmado o compromisso.

“Hartung fez uma assunção pública dizendo em rede televisiva aberta que assinou o termo. Por isso, estamos reconhecendo o compromisso assumido com a sociedade capixaba e vamos cobrar o seu cumprimento”, destaca Carlos Pereira de Araújo (Carlão), coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES.

Após o debate, o candidato enviou à imprensa cópia assinada de uma via do termo de compromisso encaminhada por e-mail para conhecimento de todos os candidatos. Além disso, em debate realizado pela rede Record News, no dia 19, o candidato voltou a afirmar que havia assinado o termo. O documento assinado por Paulo Hartung ainda não foi enviado ao Sindicato dos Bancários/ES , entidade que representa o Comitê em Defesa do Banestes. “Paulo Hartung disse que assinou, então esperamos que o candidato cumpra com a palavra”, destaca Carlão.

O que diz o termo

O termo firma com os candidatos o compromisso de, caso eleitos, elaborarem Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que garanta ao Estado o controle acionário do Banestes, mantendo o banco como patrimônio público e vinculado ao governo do Estado.

Além disso, a revogação da PEC, no caso de tentativas futuras de privatização, só poderá ser feita mediante aprovação da Assembleia Legislativa e consulta à sociedade por meio de Plebiscito Popular. Por meio do termo, o futuro governador ou governadora se compromete também a manter os canais de negociação de acordos coletivos com os empregados do Banestes e a fortalecer a Baneses e a Banescaixa.

Termo de compromisso

 

Imprima
Imprimir