Avaliadores de penhor irão discutir ação sobre insalubridade

A reunião será na próxima segunda-feira, 19, às 18h, na sede do Sindicato, em Vitória

O Sindicato dos Bancários convoca os avaliadores de penhor da Caixa para reunião na próxima segunda-feira, 19, às 18 horas, na sede do Sindicato, em Vitória, para discutir a ação judicial sobre insalubridade, a contratação de assistência técnica para acompanhamento de perito e assuntos gerais.

O Sindicato disputa judicialmente a manutenção do pagamento de adicional de insalubridade para os avaliadores de penhor, benefício que corresponde a meio salário mínimo (R$ 468,50). Desde julho do ano passado a Caixa tenta suspender o benefício, sob a alegação de que o ambiente em que se manipulam produtos químicos pelos avaliadores não apresenta risco. A ação entrará em fase de perícia técnica, por isso a necessidade de contratar um assistente que acompanhe o trabalho do perito, já designado pela Justiça.

O adicional de insalubridade é repassado aos avaliadores de penhor exatamente porque esses trabalhadores ficam expostos às condições de risco à saúde devido ao manuseio de ácidos, como o nítrico e o clorídrico, que exigem a existência de exaustores nos locais de trabalho e uso de equipamento de proteção individual – condições muitas vezes descumpridas pela instituição financeira. A decisão da Caixa teve como base laudos técnicos realizados pelo próprio banco nas unidades onde a função é executada, e foi questionada pela Comissão de Empresa dos Empregados (CEE/Caixa) e pelas entidades sindicais.

Os informes sobre o andamento da ação e orientações aos avaliadores de penhor serão passados durante a reunião.

Imprima
Imprimir