Sindicato convoca bancários a votarem contra alterações na Banescaixa

Banco quer alterar estatuto da Banescaixa para ter poder de indicar diretamente o presidente do Conselho de Deliberativo e instituir voto de minerva. As propostas serão votadas em assembleia extraordinária nesta quinta-feira, 25

A diretoria do Banestes pretende indicar diretamente o presidente do Conselho Deliberativo da Banescaixa e instituir o voto de minerva, ampliando seu controle sobre o plano de saúde e reduzindo o poder de participação dos representantes dos empregados.

As propostas alteram o estatuto da Banescaixa e serão votadas em assembleia extraordinária nesta quinta-feira, 25, às 17h, no auditório do Banestes (Ed. Palas Center, Bloco B, 10º andar). O Sindibancários/ES critica as alterações e convoca os associados à Banescaixa para comparecerem à assembleia e votarem contra as mudanças.

“É uma forma de limitar o poder de decisão e de intervenção dos empregados no plano de saúde, não podemos permitir isso, por isso a participação de todos é necessária”, denuncia Jessé Alvarenga, diretor do Sindibancários/ES. O dirigente também questiona a pouca divulgação da assembleia. “Uma assembleia de alteração estatutária não pode ter divulgação meramente formal ou burocrática, as propostas precisam ser amplamente debatidas com os associados”, cobra. 

Jessé lembra que é no Conselho de Administração onde são votadas as alterações nos planos da Banescaixa e também os reajustes, daí a importância de ampliar a participação dos empregados na gestão, e não de reduzi-la.

O Conselho Deliberativo da Banescaixa é composto por quatro membros: um indicado pelo Banestes, outros dois indicados pela Banespar e Baneses, além do representante eleito pelos empregados no Conselho de Administração do banco, que assume automaticamente uma cadeira no Conselho da Banescaixa. Atualmente, são esses quatro representantes os responsáveis de eleger, entre eles, o presidente do Conselho de Administração da Caixa de Assistência.

 

Imprima
Imprimir