Sindicato exige emissão de CAT para garantir direitos dos bancários da agência Cariacica

Por meio da emissão do CAT, a instituição financeira terá que arcar com todo o tratamento de saúde dos trabalhadores e trabalhadoras, se necessário. Eles também podem ganhar estabilidade de um ano no emprego, se reconhecido pelo INSS.

O Sindicato dos Bancários/ES solicitou ao Banestes, na terça-feira, 26, a emissão do Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) após bancários e bancárias terem sido feitos reféns na tarde da quarta-feira, 20, na agência de Cariacica Sede. O ato, cometido por um ex-vigilante, que, segundo a família, sofria de depressão, deixou alguns funcionários abalados psicologicamente. O Sindicato aguarda resposta da instituição financeira.

“O Sindicato entende que a violência vivenciada pelos trabalhadores e trabalhadoras pode ter trazido alguns traumas psicológicos para bancários e bancárias, cabendo ao banco emitir o CAT. Assim, fica garantido que a instituição financeira irá arcar com todo o tratamento de saúde daqueles que precisarem, além da estabilidade de um ano no emprego, se reconhecido pelo INSS. Caso o banco não emita, o próprio Sindicato vai emitir o CAT”, diz o diretor do Sindicato dos Bancários/ES, Paulo Soares.

Logo após os trabalhadores e trabalhadoras terem sido feitos reféns, diretores do Sindicato foram à agência.

“Conseguimos a liberação, durante 48 horas, dos funcionários que estavam abalados com aquilo que vivenciaram e ainda não tinham condições de retornar ao trabalho”, afirma Paulo Soares.

Imprima
Imprimir

Comentários