Sindicato paralisa Superintendência da Caixa

A política de destacamento da Superintendência tem deixado várias agências com número insuficiente de bancários ampliando a sobrecarga de trabalho

(Fotos: Sérgio Cardoso)

Na manhã desta terça-feira, 10, o Sindicato dos Bancários/ES paralisou as atividades da Superintendência Regional Sul da Caixa, em Vila Velha, em protesto contra a falta de empregados nas agências. A política de destacamento da SR Sul, que desloca empregados de várias unidades para a Superintendência, tem deixado as agências com número insuficiente de bancários ampliando a sobrecarga de trabalho, os adoecimentos e a queda na qualidade do atendimento aos clientes. A Superintendência permaneceu fechada durante todo o dia.

“A ação de hoje de fechar a Superintendência é para cobrar do banco uma solução para o problema da falta de pessoal nas agências, gerado por essa política de destacamento. À medida que os empregados são deslocados de seus locais de trabalho para atuarem na Superintendência, os que ficam nas agências são obrigados a assumir uma sobrecarga de trabalho ainda maior, o que tem aumentado o nível de estresse e adoecimento. A condições de trabalho nas agências estão insustentáveis”, explicou Lizandre Souza, diretora do Sindibancários/ES.

No início da tarde, os diretores do Sindicato se reuniram com a superintendente,  Margareth Vieira Ribeiro, e  solicitaram que seja apresentado um cronograma com previsão de retorno dos empregados para as agências. “Apresentamos o levantamento que fizemos do número de empregados nas agências e pedimos que, diante da escassez de bancários, seja priorizado o atendimento nas agências, garantindo o número adequado de empregados. Nossa solicitação é que a Superintendência faça um planejamento do retorno desses empregados para as suas agências de origem. Esperamos que nossa reivindicação seja atendida para que esse problema seja solucionado o mais rápido possível”, informou Rita Lima, diretora do Sindibancários/ES. O Sindicato aguarda uma resposta da Superintendência para planejar novas ações.

Imprima
Imprimir