Sindicato pede que bancos permaneçam fechados até volta de policiamento

O Sindicato solicitou que os bancos permaneçam fechados enquanto o policiamento estiver suspenso no Estado. O objetivo é preservar a segurança dos clientes e da população. A entidade se solidariza com os policiais e suas famílias em mobilização.

O Sindicato dos Bancários solicita que os bancos permaneçam fechados até que sejam retomadas as condições de segurança necessárias à execução do serviço bancário. A nota oficial, publicada na noite de domingo, 5, em virtude do movimento dos familiares e amigos dos Policiais Militares que exigem melhores condições de trabalho e salários dignos, foi reforçada na manhã desta segunda-feira, 6, com o envio de ofícios às instituições financeiras para formalizar a solicitação.

O Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal já se posicionaram sobre o fechamento. As agências do BB da Grande Vitória não funcionam nesta segunda-feira; estão sem expediente interno ou externo.  Na Caixa não há atendimento ao público na região metropolitana. No interior, deve ser avaliado caso a caso, tanto no BB quanto na Caixa. No Bradesco não está tendo atendimento ao público e nem trabalho com numerário na Grande Vitória.

Solidariedade

O Sindicato dos Bancários lamenta o aumento da violência verificado no último final de semana e ressalta a importância da atuação dos policiais, assim como todos os servidores públicos, que devem ser valorizados na sua atividade profissional. Esperamos que a mobilização seja encerrada por meio do diálogo com as famílias e não com a criminalização do movimento como vem fazendo o Governo Paulo Hartung.

Confira a nota do Sindicato

Para preservar a integridade de bancários e clientes, o Sindicato dos Bancários/ES defende e solicita que as agências bancárias de bancos públicos e privados não abram nesta segunda-feira, 06, em todo o Espírito Santo, até que sejam retomadas as condições de segurança necessárias à execução do serviço bancário.

O Sindicato irá notificar as direções de bancos e entidades patronais ainda na manhã dessa segunda a fim de que nenhum empregado seja exposto à situação de risco.

Direção do Sindicato dos Bancários/ES

Imprima
Imprimir