Sindicato realiza ação sindical nas agências do Bradesco da Glória e Itaparica

O Sindicato dos Bancários/ES realizou nesta quarta-feira, 26, uma ação sindical por meio da qual denunciou as precárias condições de trabalho dos funcionários do Bradesco. Na ocasião os diretores distribuíram panfletos nas agências e seus arredores. A ação sindical ocorreu nas agências do Bradesco da Glória e de Itaparica, que foram palco de debates sobre […]

O Sindicato dos Bancários/ES realizou nesta quarta-feira, 26, uma ação sindical por meio da qual denunciou as precárias condições de trabalho dos funcionários do Bradesco. Na ocasião os diretores distribuíram panfletos nas agências e seus arredores. A ação sindical ocorreu nas agências do Bradesco da Glória e de Itaparica, que foram palco de debates sobre a questão da desvalorização do trabalho bancário e consequentes transtornos causados para os clientes da instituição financeira. 

A iniciativa faz parte da Campanha Nacional por Valorização, que reivindica, por exemplo, aumento salarial, plano de cargos e salários construído em parceria com a categoria, auxílio educação, melhorias no plano de saúde e contratação de mais bancários funcionários. “Entre os bancos, a pior média salarial é a do Bradesco. A instituição financeira também se recusa a dialogar com os trabalhadores sobre a possibilidade de construção de um plano de cargos e salários, fazendo com que eles fiquem sem perspectiva de carreira”, diz o diretor do Sindicato, Fabrício Passos Coelho.

Não é somente o salário dos trabalhadores do Bradesco que é o pior em meio à categoria bancária. O plano de saúde também. Quantidade reduzida de médicos conveniados no interior do Estado, ausência de profissionais de determinadas especialidades e descredenciamento em massa por parte dos médicos em virtude da péssima remuneração são alguns dos problemas enfrentados pelos trabalhadores que dependem do plano. Além disso, o benefício é somente para os trabalhadores da ativa, não se estendendo para os aposentados.

Imprima
Imprimir