Sindicato realiza segunda rodada de negociação com Bandes

Na tarde desta quarta-feira, 18, foi realizada a segunda rodada de negociação com a comissão que representa o Bandes na Campanha Salarial 2014. Dando sequência à apresentação e debate da minuta, foram discutidas as cláusulas 19ª à 25ª. A comissão de negociação do Sindicato, coordenada pelo Sindicato dos Bancários/ES, destacou algumas reivindicações, entre elas, a […]

Na tarde desta quarta-feira, 18, foi realizada a segunda rodada de negociação com a comissão que representa o Bandes na Campanha Salarial 2014. Dando sequência à apresentação e debate da minuta, foram discutidas as cláusulas 19ª à 25ª.

A comissão de negociação do Sindicato, coordenada pelo Sindicato dos Bancários/ES, destacou algumas reivindicações, entre elas, a cláusula 21ª, que trata da comissão por tempo de serviço. Os bancários reivindicam aumento de 2% por ano trabalhado, até o quinto ano de serviços prestados, e 1% para os demais adicionais. Os negociadores do Bandes se comprometeram a fazer uma projeção de valores para apresentar à diretoria do banco e, posteriormente, dar um retorno à categoria.

A cláusula 23ª, referente ao plano de formação continuada, também será analisada pelo banco, que argumentou que já cumpre alguns itens reivindicados. “De fato, alguns pontos reivindicados já são praticados pelo Bandes, contudo, eles não constam no Acordo Coletivo, e isso é importante para resguardar os direitos dos trabalhadores, para que eles não fiquem refém da vontade dos gestores”, diz Ivaldo Albano, diretor do Sindicato dos Banários/ES.

A questão da acessibilidade a cargos (cláusula 24ª) também entrou em pauta. O Sindicato cobrou a definição de critérios objetivos de seleção, para democratizar o acesso aos cargos de coordenação e gerência. Uma cláusula sobre o tema já consta no Acordo Coletivo 2013/2014, mas não foi cumprida pelo banco.

O Sindicato destacou ainda a cláusula 25ª, que reivindica ajustes no Plano de Carreira e Remuneração (PCR), no sentido de possibilitar o efetivo e real crescimento profissional dos empregados, e a criação de uma mesa temática formada por representantes do banco e dos empregados para acompanhar o cumprimento e propor mudanças no PCR. O item será estudado pelo Bandes.

“Estamos avançando no debate da pauta e temos a expectativa de que a diretoria seja sensível aos anseios dos empregados, atendendo reivindicações da categoria. Vale lembrar que todas as pautas buscam proporcionar melhores condições de trabalho aos empregados do Bandes, valorizando-os, o que traz conseqüências positivas também para a empresa”, ressalta Ivaldo.

A próxima rodada de negociação está marcada para a próxima terça-feira, 23, às 14 horas, na sede do banco.

Imprima
Imprimir