Trabalhadores criam Comitê Nacional em Defesa da Caixa

O Comitê reúne funcionários e funcionárias da instituição financeira por meio de suas entidades representativas. Seu objetivo é intensificar a campanha que tem como objetivo combater as ameaças do Governo Temer (PMDB) contra o banco. O carro-chefe do Comitê Nacional será a campanha “Defenda a Caixa você também”.

Os trabalhadores e trabalhadoras da Caixa deram mais um importante passo na luta pela manutenção do banco 100% público. Foi criado no dia 31 de outubro o Comitê Nacional em Defesa da Caixa, que reúne funcionários e funcionárias da instituição financeira por meio de suas entidades representativas para intensificar a campanha que tem como objetivo combater as ameaças do Governo Temer (PMDB) contra o banco.

Num primeiro momento, integram o Comitê Nacional a Fenae, Fenag, Fenacef, Advocef, Aneac, AudiCaixa, Social Caixa, Contraf e centrais sindicais, mas o colegiado está aberto à participação de outras entidades. Entre os vários objetivos estão a mobilização dos empregados, o diálogo com setores da sociedade sobre a importância da Caixa e a busca de apoio junto a parlamentares federais e estaduais, prefeitos e vereadores.

“A criação do Comitê, coordenado pela Fenae, que inclusive já coordena a Campanha em Defesa dos Bancos Públicos, só vem somar e mobilizar mais ainda. O Comitê integra entidades que representam nichos de trabalho da Caixa e isso é muito importante. A gente espera que com essa iniciativa nossa luta ganhe mais força”.

Entre os nichos de trabalho representados pelas entidades que fazem parte das entidades que integram o Comitê estão técnicos bancários, caixas, tesoureiros, gestores, advogados, analistas, arquitetos, engenheiros, técnicos sociais, aposentados, entre outros.

Defenda a Caixa você também

O carro-chefe do Comitê Nacional será a campanha “Defenda a Caixa você também”, lançada no dia 3 de outubro.

Imprima
Imprimir