Trabalhadores e estudantes se unem contra retirada de direitos

Nesta tarde, a partir das 14 horas será realizado o ato em defesa da educação pública, com saída de Jucutuquara

Diretores e diretoras do Sindibancários/ES participaram do ato rumo à greve geral na manhã desta sexta-feira

Diretores e diretoras do Sindibancários/ES participaram do ato rumo à greve geral na manhã desta sexta-feira

Nesta segunda-feira, trabalhadores de diversas categorias, entidades sindicais e estudantes participam de atos e outras atividades ao longo do dia contra a PEC 241, o ajuste fiscal e outras medidas do governo Temer. Nesta manhã, acontece o ato público Rumo à Greve Geral – Contra a PEC 241 e a Retirada de Direitos, em Vitória. Já durante a tarde, a partir das 14 horas, os estudantes do IFES de todo o Estado se reúnem em um ato em defesa da educação pública. A manifestação será realizada em Jucutuquara e segue até o Palácio Anchieta.

Alunos do Ifes de Piúma se reuniram nesta manhã para organizar participação no ato desta tarde (Foto: Mídia Ninja)

Alunos do Ifes de Piúma se reuniram nesta manhã para organizar participação no ato desta tarde (Foto: Mídia Ninja)

Ao longo do dia também haverão atividades nas escolas ocupadas, com o apoio da Frente Estadual em Defesa da Previdência Social, dos Direitos Trabalhistas e do Serviço Público. Os estudantes secundaristas enfrentam unidos a luta contra a PEC 241 e contra a MP 746 , que propõe a reestruturação do ensino médio.

Ao todo, são mais de mil escolas ocupadas em todo o Brasil. No Espírito Santo, os secundaristas ocuparam duas escolas estaduais e três IFES. O movimento é chamado de Primavera Secundarista e cresce a cada dia. Os estudantes lutam contra o desmonte do ensino público no Brasil, promovida pelo governo de Temer, e defendem a garantia de uma educação pública e de qualidade no Brasil.

Imprima
Imprimir