Venda das operações do HSBC para o Bradesco é aprovada

Segundo informações divulgadas pelo Bradesco e pelo HSBC na terça-feira, 05, o Banco Central aprovou a venda das operações do HSBC Brasil para o Bradesco. Contudo, a conclusão da operação está sujeita à aprovação de órgãos reguladores como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), além do cumprimento de formalidades legais. “Com a aprovação da […]

Segundo informações divulgadas pelo Bradesco e pelo HSBC na terça-feira, 05, o Banco Central aprovou a venda das operações do HSBC Brasil para o Bradesco. Contudo, a conclusão da operação está sujeita à aprovação de órgãos reguladores como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), além do cumprimento de formalidades legais.

“Com a aprovação da venda, o Banco Central reafirma sua política de concentração bancária no Brasil, que tem como algumas de suas consequências a redução de postos de trabalho e eliminação da concorrência entre instituições financeiras, o que resulta, por exemplo, no aumento das tarifas”, afirma o coordenador geral do Sindicato dos Bancários/ES, Jessé Alvarenga.

Também foi autorizada pelo Banco Central a criação do HSBC Banco de Investimentos. Por meio dele o HSBC pretende continuar a atender grandes corporações em suas necessidades internacionais após a concretização da venda. Além disso, em comunicado enviado para seus funcionários pela intranet, o HSBC afirmou que “neste momento, não haverá nenhuma mudança no HSBC Brasil ou no dia a dia das nossas operações e nossos colaboradores devem continuar trabalhando normalmente”.

“As últimas fusões ocorridas resultaram em demissões. O movimento sindical está atento e permanecerá firme na luta pela manutenção dos empregos dos trabalhadores e trabalhadoras do HSBC e Bradesco”, destaca Jessé.

 

Com informações da Contraf

 

Imprima
Imprimir